IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

A área diretamente afetada pela Retinose Pigmentar é a retina, região conhecida como fundo do olho. De forma progressiva, ela começa a passar por um processo de degeneração. Vocês devem saber que é na retina que as imagens são capturadas a partir do campo visual. As causas da Retinose Pigmentar têm origem hereditária.

Com o surgimento da Retinose pigmentar, as células da retina chamadas de bastonetes (por terem formato longo e cilíndrico) e cones (células que reconhecem as cores) iniciam um processo de degeneração. Também há atrofiamento, o que acaba fazendo com essas células morram.

Na maioria dos casos de Retinose Pigmentar, que tenho conhecimento, há perda de visão periférica, dificuldade de adaptação ao escuro e sensibilidade à luminosidade. Isso porque as primeiras células afetadas pela Retinose Pigmentar são os fotorreceptores, que são sensíveis à luz e responsáveis pela visão periférica e noturna.

Causas da Retinose Pigmentar envolvem genética

No processo de desenvolvimento das causas da retinose pigmentar, as células fotorreceptoras dos nossos olhos – os bastonetes e cones – recebem informações erradas de certos genes. Isso causa diversas mutações genéticas que levam à doença.

Por ter origem hereditária, quando alguém da família apresenta a Retinose Pigmentar, é indicado que todos os demais membros passem por avaliações médicas. Procure tanto um oftalmologista como um geneticista.

Principais sintomas de Retinose Pigmentar

O primeiro sinal da doença é a dificuldade em enxergar à noite. Depois, é observada perda da visão lateral e central também. A intensidade dos sintomas vai depender de como os bastonetes e cones estão afetados pela doença. Em geral, são os bastonetes – mais concentrados nas áreas periféricas da retina – que começam a ser prejudicados pela Retinose Pigmentar. O que vai começar a provocar perda da visão periférica.

Já a visão central começa a ser afetada, depois que os cones (localizados na área central da retina) iniciam um processo de degeneração por causa da doença. Além da perda da visão central, a capacidade de diferenciar as cores e os detalhes fica comprometida.

Mesmo com esse perfil de hereditariedade, a doença – que pode ser agravada pelo estresse da rotina diária e da própria limitação causada pela deficiência visual – pode ter melhora com a prática de exercícios para estimular o campo visual.

Frear Retinose Pigmentar pede exercício de ampliação do campo visual

Com a minha experiência com mais de nove mil alunos do curso online, posso dizer que é perfeitamente possível frear a evolução da Retinose Pigmentar de forma natural. Isso é feito com o estímulo correto das células do campo visual que não morreram e só esperam pela oportunidade de voltarem a ativa.

Vou elencar aqui os melhores exercícios para quem sofre dessa doença. Sempre lembrando que no curso online, é possível montar uma rotina de exercícios voltada para o seu caso específico sob meu acompanhamento.

Priorize exercícios simples que estimulam a visão periférica

Isso vai facilitar a prática na sua rotina diária.

  • Chacoalhe os dedos na lateral da sua cabeça. Não olhe para sua mão (para não estimular a visão central). Olhe para seus dedos com o canto dos olhos.
  • Tome banho no escuro que, além de estimular a visão periférica, vai trabalhar a visão noturna com o estimulo das células bastonetes concentradas na retina periférica.
  • Faça Palming, Sunning, automassagem e olhe para detalhes. Em vez de olhar para um árvore, por exemplo, olhe para cada uma das partes dela. Em seguida, passe dos detalhes maiores para os menores de cada uma das partes. Lembre-se de piscar e respirar durante a prática.

 

 

 

Depoimento de quem conseguiu melhorar Retinose Pigmentar

 

Principais dúvidas sobre Retinose Pigmentar

O que é Retinose Pigmentar?

Doença ocular de origem hereditária, que atinge diretamente a retina de forma progressiva com processo de degeneração. Há perda de visão periférica, dificuldade de adaptação ao escuro e sensibilidade à luminosidade. Isso porque as primeiras células afetadas são os fotorreceptores (bastonetes e cones).

Retinose pigmentar tem tratamento?

É possível reduzir a progressão da doença com exercícios visuais específicos. Os mais indicados são os que estimulam a visão periférica, a primeira a ser atingida pela doença. Também recomendo ativar a visão noturna (com banho no escuro). Outras práticas são: Palming, Sunning, automassagem e olhar detalhes.

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.