Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação. Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Olhar para a luz vermelha pode ajudar a prevenir problemas de visão, aponta estudo publicado recentemente. O principal autor dessa pesquisa é Glen Jeffery. Ele é professor de neurociência do Instituto de Oftalmologia da University College London. Nessa pesquisa, a visão de 24 pessoas passou por testes. Foram 12 homens e 12 mulheres, com idades variando de 28 a 72 anos.

Assim, durante duas semanas, eles tiverem que olhar para a luz vermelha, três minutos por dia, para uma lanterna com luz vermelha. O resultado do antes e depois é que eles comprovaram uma melhora significativa na função da mitocôndria das células dos olhos. Houve grande melhora na visão de contraste, ou seja, das cores.

O estudo envolveu a luz vermelha porque é uma cor com comprimento maior. Isso significa que ela é mais facilmente identificada pelos olhos. No curso Olhos de Águia, meus alunos fazem exercício com óculos com lentes verde e vermelha. Também usam uma lanterna e uma tabela vermelhas para os exercícios.  Isso porque pessoas com baixa visão enxergam com mais facilidade essa tonalidade.

Olhar para a luz vermelha ativa células da retina

Dessa forma, nesse estudo do Instituto de Oftalmologia da University College London, as áreas dos olhos estimuladas com a luz vermelha envolveram a retina. Nessa região são encontrados dois tipos de células: cones (presentes na mácula) e bastonetes. Os bastonetes são responsáveis pela transformação da luz em impulsos nervosos (que alcançam o cérebro via Nervo Óptico) para que possamos enxergar. As células cone garantem a visão de detalhes e cores. E as do tipo bastonete têm a função de estimular a visão no escuro, além da Visão Periférica.

Assim, tanto as células cones (presentes em grande quantidade nos olhos da águia) como as bastonetes (células da visão da coruja) são fotorreceptoras. E todas as células do corpo têm uma estrutura chamada mitocôndria, que é a bateria interna da célula. Ou seja, responsável pela produção de energia. Nessa pesquisa, os estudiosos mediram e comprovaram que essa função mitocondrial das células dos olhos ficou ainda mais ativada com a exposição da visão à luz vermelha.

Porque é importante energizar as células visuais e olhar para a luz vermelha

Justamente porque a retina é uma estrutura que gasta muito mais energia do que outras partes do corpo. Assim, as células dos olhos demandam mais energia do que as outras células do organismo, pois são estimuladas o tempo todo. Isso acarreta o envelhecimento mais rápido da célula, caso ela não seja estimulada da maneira correta.

Dessa forma, é preciso saber como recarregar essa bateria. E uma das maneiras é o estímulo olhar para a luz vermelha. Existem outras formas com exercícios especiais, que fazem a recarga dessa função celular como Sunning e Palming.  Então, como a retina gasta mais energia, a tendência de envelhecimento dessa área é maior.

Dessa forma, esse estudo de olhar para a luz vermelha provou que se essa bateria for recarregada mais rapidamente consegue-se prevenir envelhecimento. E, com ele, o desenvolvimento de doenças visuais. Essa pesquisa comprovou, ainda, que esse estímulo com a luz vermelha teve mais eficácia em pessoas com mais de 40 anos. Assim, pode-se concluir que – com o passar do tempo — é possível melhorar a visão. E deixar as estruturas melhor preservadas com os estímulos corretos e direcionados para munir cada vez mais as células com energia.

Link do artigo:

https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/07/01/estudo-afirma-que-olhar-para-luz-vermelha-pode-prevenir-problemas-de-visao

Confira todos os detalhes desse estudo no vídeo abaixo

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.