IMPORTANTE
Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Assim, consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação. Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Desafios básicos para seus olhos com objetivo de ajudar a melhorar a qualidade da sua saúde visual. São 4 ações para cuidar dos seu olhos.  Além da prática dos exercícios e das consultas regulares ao médico oftalmologista, o método de melhora natural da visão inclui abandonar certos hábitos visuais diários que — ao longo do tempo — podem ser prejudiciais aos olhos.

🦅 Eu listei aqui quatro desafios básicos para seus olhos com objetivo de auxiliar na preservação da sua saúde visual. Para resultados positivos, a mudança deve ser adotada juntamente com a realização do programa de exercícios visuais do curso Olhos de Águia!

Desafios básicos para seus olhos: coloque em prática desde já!

– Luz artificial + Luz natural

A luz é o veículo que traz todas as informações visuais a nossos olhos. Dessa forma, luz e visão são sinônimas. Pessoas que passam a maior parte do seu tempo trabalhando ao ar livre, sob luz natural, tendem a apresentar melhor visão do que outras que vivem a maior parte do tempo em recintos fechados.

Assim, quanto mais tempo passamos em ambientes com luz fraca, inadequada, artificial, menos nossos estarão preparados para a luz. Isso porque nossas pupilas ficam cronicamente dilatadas, abrindo o máximo possível a fim de aproveitar toda a luz disponível. E, dessa forma, a exposição à luz solar pode ser muito incômoda e dolorosa quando os olhos se encontrarem nessa condição

– Sobrecarga da Visão Central + Exercícios para a Visão Periférica

Hábitos como ficar horas seguidas no celular, computador ou em frente à TV — sem dar pausas — podem comprometer a visão, pois o olhar fica congelado, sobrecarregando a visão central. Por isso, eu sempre digo que é importante investir em sequências de exercícios para estimular a Visão Periférica. Aqui nesse link eu indico um exercício maravilhoso para exercitar — ao mesmo tempo — esses dois campos visuais: Visão central e Visão Periférica 

Mais um dos desafios básicos: – Claridade no Quarto + Blackout ao Dormir

Como hoje nós vivemos noites muito claras, com luzes chegando por todos os lados, nossos olhos ficam tão focados nisso que mal conseguem relaxar – nem no momento de dormir, quando estão fechados. Assim, deixe o quarto onde você dorme totalmente escuro, sem luz por baixo da porta, nem do modem da internet ou do botão da TV.  Cole uma fita isolante em cima do ponto de luz.

Dormir em um quarto totalmente escuro é essencial para ter uma boa visão noturna. Seus olhos precisam recompor as proteínas da retina e relaxar o nervo óptico enquanto você dorme. E se você está em um quarto claro, esse processo ocorre com maior dificuldade. Portanto: blackout total no momento de dormir.

– Estresse Visual + Relaxamento dos Olhos

Todos os dias nossos olhos estão sendo literalmente massacrados com o uso excessivo do celular e do computador; com falta da luz solar e de um quarto totalmente escuro para dormir. Por isso, é tão importante investir no relaxamento diário da visão. Assim, a melhor forma de descansar os olhos é praticar o Palming.

 

 

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.