IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.

Reforçar a imunidade é uma decisão importante a ser tomada agora não só porque estamos em um momento crítico por conta da pandemia. Mas, porque se constitui em algo que beneficia também a saúde visual, pois a qualidade da visão está intimamente ligada a quanto o sistema de defesa do corpo está fortalecido. Dessa forma, a exemplo de todos os problemas de saúde, os que estão relacionados à visão podem se desenvolver a partir da diminuição da imunidade. Por outro lado, se esse importante sistema de defesa está em alta, nosso corpo fica mais forte contra infecções e demais doenças.

Dessa forma, se estamos falando em qualidade da visão, devemos ter em mente também o quanto é de suma importância investir em um organismo protegido e bem alimentado. Sabemos que o excesso de medicação contribui para a baixa da imunidade. Assim, quando pensamos em doenças, precisamos parar e refletir sobre o que foi que abriu a porta para que ela entrasse e se instalasse no corpo. Outro ponto importante a dizer: o método de tratamento natural da visão vai tratar da base com exercícios estimuladores e fortalecedores e deixá-la forte e protegida contra eventuais “invasores”.

Reforçar a imunidade é combater os radiciais livres das células

Além da prática regular dos exercícios visuais, reforçar a imunidade é sinônimo de ingestão correta de alimentos que vão reduzir os radicais livres. Eles são moléculas que também causam o envelhecimento das células e aparecimento de doenças. Dessa forma, alimentos antioxidantes são priorizados para que os radicais livres possam ser eliminados. Além disso, há alimentos com elementos e combinações especiais para ajudar a melhorar a sua visão.

Ovos, Vegetais verde escuros, Carotenoides, Vitamina C, Ômegas e Água de Coco são alimentos recomendados para quem deseja aumentar a imunidade e, ao mesmo, tempo cuidar da saúde visual. Ovos, como os vegetais verde escuros, contêm a luteína, que está presente na mácula, região do olho responsável por proteger a retina contra os raios solares. E, dessa forma, minimizar a Degeneração Macular. A luteína é responsável por retardar o dano oxidativo da retina. Já os carotenoides, presentes principalmente na cenoura, ajudam a melhorar a qualidade da visão noturna.

A Vitamina C é excelente para eliminar os radiciais livres e os ômegas para regular a produção de lágrimas. Enquanto que a Água de Coco é comparada por algumas pessoas ao leite materno. A água de coco contém 47% de ácido hialurônico, substância que também compõe nosso humor vítreo. Ou seja, trata-se de um alimento que nutrir a “geleia” que compõe seu olho. Outro benefício da água de coco é que ela ajuda a reduzir a pressão arterial.

Conheça o que as pesquisas dizem sobre os benefícios do uso de suplementos para reforçar a imunidade e beneficiar a saúde visual

ATENÇÃO:
Conforme orienta a OMS (Organização Mundial da Saúde), como medida de saúde e prevenção no combate ao Coronavírus, é importante sempre lavar muito bem as mãos com água e sabão. Inclusive antes e depois da prática dos exercícios visuais.

IMPORTANTE

Os exercícios visuais NÃO substituem o tratamento médico oftalmológico convencional. Consulte regularmente o seu oftalmologista, pois o método de exercícios naturais para os olhos é complementar à sua saúde visual. Não desautoriza nem desestimula, de forma alguma, a continuidade do tratamento médico oftalmológico.
Em caso de dúvida ou desconforto em seus olhos, procure o médico oftalmologista. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação.Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico oftalmologista.